Instalação de Piso Vinílico

O contrapiso deve estar limpo, seco, plano e firme. É permitida a instalação sobre contrapisos de cimentos totalmente curados, com umidade máxima de 3%, sem rachaduras ou imperfeições e devidamente regularizado. Lajes de concreto ou mistas também devem estar devidamente regularizadas. Pisos cerâmicos, pedras, mármores, granitos e outros, devem ser planos, estarem firmes e ter suas firmes e terem suas jun juntas fechadas. Pisos elevados e mezaninos em metal, MDF, chapas navais ou compensados devem estar firmes e nivelados e sem fugas. Todos os tipos de contra pisos devem estar limpos, isentos de ceras ou seladores.

MASSA DE PREPARAÇÃO

Utilizada para eliminar a porosidade dos contra pisos e corrigir pequenas imperfeições. É constituída por uma pasta de cola PVA, água e cimento, nas proporções de: 1 porção de cola PVA, 5 porções de água e de 10 a 15 porções de cimento, até formar uma pasta cremosa. Deve ser aplicada com desempenadeira de aço lisa, uma, duas ou três demãos, dependendo do estado em que se encontre o contra piso , porém, é recomendado pelo menos duas demãos, sendo que cada demão, após seca deve ser lixada com máquina apropriada, pedra esmeril ou lixa de ferro, varrendo ou aspirando completamente o pó resultante. O tempo de secagem de cada demão irá depender das condições de ventilação e temperatura, mas em média se consome no mínimo meio período para cada etapa. Após a última demão é aconselhado a instalação somente após 12 horas.